Tomada de Posse do Novo Pároco do Zobué

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO DO ZOBUÈ

Foi dada posse ao novo pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Zobuè, o Padre Marcos Valadares Mendes, da Comunidade Canção Nova. Uma celebração simples, presidida pelo bispo de Tete, D. Diamantino Antunes decorreu de forma muito sentida participada pela comunidade católica de Zobuè. 

Durante a Eucaristia, o Bispo de Tete deu as boas vindas a outros dois missionários da Canção Nova recém-chegados a Moçambique, o Padre Cleyton Luiz Constâncio Ferreira e o Irmão Pedro Sousa. Neste momento a Paróquia de Zobuè conta com três missionários que têm sob a sua responsabilidade pastoral também o Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição do Zobuè, com sede no antigo seminário de São João de Brito. Estão programadas para este ano duas peregrinações ao santuário do Zobuè: no dia 30 e 31 de Outubro, a peregrinação da Legião de Maria e 20 a 21 de Novembro, a peregrinação diocesana.

Damos as boas vindas aos novos missionários e para todos votos de um fecundo apostolado.

Antigos Alunos da Escola de Professores Visita Santuário e Fazenda da Esperança

Um grupo de 30 antigos alunos e alunas da antiga Escola de Formação de Professores do Zobuè visitou no dia 19 de Setembro, os lugares da sua formação entre 1976 de 1987.

Vieram para matar saudades e ver com os seus olhos a reconstrução do edifício que entre 1949 e 1975 funcionou como Seminário para a formação de sacerdotes e depois da nacionalização, em 1975, acolheu jovens para a formação como professores até ao seu encerramento em 1987 por causa da guerra.

Estes homens e mulheres, que muito têm servido a educação a vários níveis, chegaram também como peregrinos para visitar o santuário diocesano. Participaram na Missa presidida pelo Bispo de Tete, Dom Diamantino Antunes.

Depois do almoço, realizaram uma visita pelas instalações da Fazenda da Esperança e tiveram um encontro muito interessante com os jovens em recuperação nesta comunidade terapêutica. Houve troca de experiências e em todos ficou a sensação positiva de que este lugar, ontem como hoje, continua a cumprir a sua missão de ser uma casa aberta ao serviço da juventude, respondendo aos seus anseios  e aspirações.

Visita Zobue 2    Visita Zobue 3

Inhangoma-Mutarara: Inauguração de Escolinha "Mamã Ângela"

Na sua visita à paróquia de Nossa Senhora do Carmo de Inhangoma, o Bispo de Tete benzeu a nova escolinha paroquial "Mamã Ângela".

Com a chegada dos missionários e missionárias da Fraternidade dos Pobres de Jesus a Inhangoma, o leigo Serafino Piras financiou a reconstrução de um edifício e a sua adaptação a escolinha para crianças dos 3 aos 6 anos. As Irmãs Hadassa e Amélia, com artistas locais, pintaram e decoraram de uma forma muito criativa e didáctica aquele espaço.

Um bom grupo de crianças já está inscrita, mas a situação de pandemia levou à suspensão das actividades. Neste espaço, sob a orientação das Irmãs e das monitoras, as crianças vão aprender as primeiras letras e a socializar. A escolinha será sem dúvida uma ajuda muito grande para a formação dos mais pequenos.

A Paróquia de Inhangoma, fundada em 1949, conta já com a seguintes obras sociais: Escola Secundária, Internato masculino e Internato Feminino e um Centro de Saúde com Maternidade.  A Escolinha que  é dedicada à memória de Ângela Piras,mulher do leigo missionário Serafino, falecida em 2004,  foi por ele financiada e vem complementar esta aposta na educação que ainda não existia neste local.

angela 1   angela 2   angela 3

Bispo de Tete Visita a Paróquia de Santa Maria de Manje

O Bispo de Tete, acompanhado pelo pároco, Padre Jesus Godoy, visitou a Paróquia de Santa Maria de Manje. Teve a oportunidade de ver os trabalhos de construção do Lar Masculino e Feminino, já em fase de conclusão, e a casa construída na machamba paroquial.

Visitaram também a vila de Luia, sede do distrito de Chifunde, onde D. Diamantino celebrou a Eucaristia Dominical transmitida pela Rádio Comunitária local. Neste tempo de igrejas fechadas por imposição das restrições governamentais relativas à pandemia, o Padre Jesus celebra ao domingo nas rádios comunitárias de Manje, para as comunidade cristãs do distrito de Chiuta, e na de Luia, para as comunidades cristãs do Distrito de Chifunde.

Na vila de Luia o Bispo visitou as obras de construção da futura igreja paroquial. Em Luia ainda não existe paróquia, está prevista a sua criação em 2022. Actualmente, no imenso distrito de Chifunde existe apenas a paróquia de Nkantha, fundada em Outubro de 2019, situada no Posto Administrativo de Vila Mwaladzi.

Na tarde de Domingo, Dom Diamantino Antunes, pode constatar que na paróquia de Manje, os fiéis católicos dirigem-se individualmente à igreja paroquial onde depois de um momento de oração recebem a comunhão das mãos do diácono. Também nas tardes de Domingo a catequese é dada em pequenos grupos. Estes são sinais positivos de vitalidade e criatividade pastoral de uma paróquia que não se resignou, nem baixou os braços neste tempo de isolamento. As visitas dos missionárias, padre Jesus, diácono Sérgio e a leiga missionária Génesis, às famílias católicas prossegue nas comunidades durante a semana. 

manje 1  manje 2

Vigararia de Mange: Bispo de Tete reúne com os Missionários

Dom Diamantino Antunes, esteve reunido com os missionários e missionárias da Vigararia de Manje, que congrega as paróquias de Manje, Mavudzi Ponte, Chiritse, Furancungo, Nkantha, Fingoè Uncanha e Miruro-Zumbo. 

Das 5 vigararias em que está dividida a Diocese de Tete, esta é a que apresenta um maior aumento do número de novas comunidades católicas. Os missionários reúnem-se várias vezes ao longo do ano para programar e avaliar actividades comuns. Foi o que fizeram neste encontro com o Bispo da Diocese onde falaram de projectos futuros, nomeadamente a criação de novas paróquias em Luia e no Zumbo. Para isso é necessário mais missionários e missionárias pois a machamba é grande mas os trabalhadores são poucos. Rezemos para que o dono da messe mande mais operários.

Até há alguns anos esta vasta região não tinha pessoal missionário. Hoje existem 11 sacerdotes (Vicentinos, Diocesanos, Redentoristas, Consolata), 12 Irmãs (Vicentinas, Consolação, Franciscanas Hospitaleiras) e 1 leiga missionária. São necessários mais missionários para tão vasto território no qual existem 437 comunidades católicas e que corresponde a quase metade do território da diocese/província de Tete: 51.000 Km2.

 

Mange 2

ONDE ESTAMOS

Cúria Diocesana - Tete

Rua Pe. Domingos Ferrão, 81
Caixa Postal 218. TETE

Telefone fixo:+ 258 252 22017
e-mail: diocesedetete@gmail.com

Atendimento: de 2ª a 6ª feira, das 8 às 12h.

CONTACTE-NOS