Irmã Esperança Despede-se de Tete

Esperança Divina Vázquez Rodríguez, mais conhecida por Irmã Esperança, Missionária das Filhas do Calvário deixou hoje Tete rumo a Espanha.

Depois de uma intensa e prolongada vida missionária na nossa diocese, onde chegou em 1966 chegou a hora de se retirar-se para tratamento médico e repouso.

A sua idade avançada, 91 anos, não impediu que a Irmã Esperança até alguns meses mantivesse a sua actividade, quer no Centro de Saúde, como enfermeira, quer na Paróquia da Catedral de Tete, como catequista.

Acometida de doença, este ano, debilitou-se o seu corpo e sobreveio a necessidade de regressar ao seu país.

De forma privada, o bispo de Tete, Dom Diamantino Antunes, acompanhado pelos Padres Vital, Sandro e Elton presidiu à Missa de despedida na residência das Irmãs Filhas do Calvário na cidade de Tete.

Foi um ocasião de dar graças a Deus pela sua Fé activa, pelo sua generosa caridade e pela firmeza da sua esperança.

Viveu estas virtudes de modo exemplar na Missão de Santa Maria de Mukumbura, distrito de Magoè, onde trabalhou como enfermeira entre 1966 e 1972, ano em que foi expulsa de Moçambique pela denúncia feita pela equipa missionária de Mukumbura contra a violência da guerra. Regressou a Moçambique apenas em 1980 para trabalhar na cidade de Tete, onde deu o melhor de si.

Rezemos pela sua saúde e se for possível, que possa regressar um dia. Muito obrigado Irmã Esperança, que Deus a abençoe e recompense por todo o bem realizado entre nós.

Espernça2 1

No próximo dia 2 de Setembro celebramos os 50 anos do massacre de Mukumbura, feito conhecer internacionalmente pelos missionários e que levaram à prisão dos Padres Alfonso Valverde e Martin Hernández, dos Padres de Burgos.

 


Imprimir   Email